Figueiras

20 02 2009

 

Ficus nerifolia

Ficus nerifolia

 

Gênero amplamente utilizado para bonsai, o Ficus compreende uma variedade enorme de espécies – mais de 600. Rústicas e resistentes, as figueiras são plantas de fácil cultivo e que podem proporcionar excelentes resultados para o bonsaísta.

  

 

 

A maior parte das figueiras tem origem tropical e subtropical. São plantas perenifólias, de crescimento intenso e folhas brilhantes; boa parte delas produz frutos, que nem sempre são comestíveis. Quando saudáveis, desenvolvem um sistema radicular vigoroso, sendo característica do gênero a presença de raízes expostas ou aéreas.

 

Uma das espécies mais fáceis de encontrar-se comercialmente é o Ficus benjamina, ou figueira-benjamim. É comum ver estas plantas adornando jardins, sacadas ou mesmo salas, uma vez que tolera bem a ausência de sol direto – ainda assim, não dispensando a claridade solar durante a maior parte do dia, sob pena de definhar e morrer. Árvore indiana, de folhas pequenas verde-brilhantes, é uma ótima opção para ser transformada em bonsai, mas deve-se chamar a atenção para o fato de não suportar podas muito baixas, pois sua brotação as dá quase que exclusivamente nas gemas que ainda têm folhas; assim, uma poda extrema ou desfolha pode levar à perda de galhos ou do próprio exemplar.

Ficus benjamina
Ficus benjamina

 

 

 

O Fícus retusa também é comumente encontrado na forma de bonsai, sendo mais tolerante à desfolha do que a espécie anteriormente citada. Outras espécies adequadas ao trabalho de miniaturização são o Ficus microcarpa, F. nerifolia, F. salicifolia, F. indica, F. compacta e F. carica.

 

Por experiência própria, não posso deixar de mencionar o Fícus boni, espécie de folhas bastante pequenas e tronco acinzentado, muito bonita e aparentemente igual a qualquer outra figueira nas necessidades e cuidados; no entanto, diferentemente das demais espécies, que possuem galhos resistentes e bastante elásticos, portanto fáceis de modelar, o Ficus boni tem os galhos frágeis e quebradiços. Descobri isso na primeira – e única – tentativa de aramação.

 

A propósito, como têm um crescimento muito acentuado na primavera e no verão, a aramação das figueiras deve ser feita preferencialmente no outono/inverno, para evitar que os arames marquem a casca da planta. O período ideal para o transplante é o início da primavera. É importante evitas as podas drásticas, tanto aéreas quanto radiculares, nos períodos de frio intenso, visto que as figueiras podem estar enfraquecidas e mais suscetíveis a doenças neste período. A maioria das figueiras pode ser desfolhada duas vezes ao ano para favorecer o surgimento de novos brotos – uma exceção, conforme citado anteriormente, é o Ficus benjamina.

 

O calor e a umidade favorecem o desenvolvimento destas plantas; assim, nos períodos quentes, a rega deve ser abundante, borrifando-se as folhas com freqüência. Ainda assim, deve-se evitar o encharcamento intermitente do solo, pois este facilita o aparecimento de fungos. A adubação deve ser preferencialmente rica em nitrogênio, sendo suspensa nos períodos de frio intenso.

 

Ficus sp

As figueiras gostam de luz. Embora a maioria delas possa ser cultivada em ambientes internos, contanto que expostas à claridade, seu desenvolvimento é melhor quando cultivadas a pleno sol; suas folhas dificilmente se queimam, ainda que expostas ao sol do meio-dia. Apenas devemos ter cuidado com as mudanças bruscas de ambiente: uma planta que esteve por muito tempo no interior não tolerará longos períodos de exposição ao sol – deve-se realizar uma adaptação gradual.

 

Tomando-se estes cuidados simples, indubitavelmente teremos sucesso no cultivo destas espécies apaixonantes, e com elas desenvolveremos excelentes bonsai.

 

REFERÊNCIAS:

Revista Como Cultivar Bonsai  n° 6;

Bonsai: guia prático – Rebecca Kingsley;

Revista Como Cultivar Bonsai n° 9.


Ações

Information

8 responses

16 02 2011
adeli junior

tenho varios exemplares de bonsais de figueira, mas eu noto q eles não tem o tronco grosso, oque eu faço para eles engrossarem o tronco e os galhos????

19 02 2011
Lucas - Bonsai Brasil

Olá, Adeli.

O engrossamento do tronco requer, basicamente, que a árvore cresça livremente por um período. O ideal é plantá-la em um vaso grande, ou mesmo no chão, até que o tronco atinja a grossura desejada. Em seguida, realiza-se uma poda severa de copa e raízes, e passa-se a planta, gradativamente, para um recipiente menor, até que possa ser plantada em uma bandeja (não é recomendável remover mais de 2/3 das raízes a cada poda, anualmente). Nesse período, deve-se iniciar a formação da estrutura de galhos e, por fim, da copa do bonsai.
Vale lembrar que algumas espécies de Fícus, como o benjamina e o boni, não toleram podas radicais, necessitando de galhos com folhas para poder brotar. Então, nesse caso, é preferível pecar pelo excesso de zelo do que pela falta deste.
Em breve teremos um post sobre podas, no qual serão esmiuçados estes pormenores.

Obrigado pela contribuição, e continue nos acompanhando.
Att., Lucas – Bonsai Brasil.

14 05 2011
Charmaine

Oi! Tenha uma figueira, que não sei ao certo sua idade, mas tem aproximadamente 5 anos e infelizmente suas folhas estão com uma espécie de fungo, as folhas estão se rasgando e suas pontas parecem estar queimadas!
O que eu posso fazer, como posso tratar?
E quanto aos cuidados básicos, o que é necessário para proporcionar uma vida longa ao meu Bonsai?!
Obrigada, Charmaine!

23 05 2011
bonsaibrasil

Olá, Charmaine.

Conheço esse fungo, é bastante comum em figueiras. O tratamento ideal é utilizando um fungicida líquido (pode ser encontrado facilmente em lojas de jardinagem), borrifando diretamente as folhas. Caso não seja um Ficus benjamina, uma desfolha completa também pode ajudar (a época, inclusive, é favorável). Pinçe, com a ponta dos dedos, todas as folhas, inclusive os brotos apicais, deivando a árvore “nua”. A nova brotação nascerá livre de fungos, mas ainda assim seria interessante borrifar os brotos para evitar o reaparecimento da praga.
Mas atenção, não desfolhe se a árvore for um Ficus benjamina, pois isso pode matar a planta, ok?

Quanto aos cuidados básicos: muita luminosidade, com pelo menos duas horas diárias de sol direto; regar sempre que o substrato estiver seco; e podar regularmente, para manter a forma e a harmonia da planta.
Se precisares de mais algum auxílio, estou à dispoosição. Inclusive, se quiseres ajuda na identificação da planta, podes me enviar uma foto, ok?

Obrigado pela contribuição, e continue conosco!
Att., Lucas – Bonsai Brasil.

1 06 2011
Charmaine

Oi novamente!
Tirei algumas fotos do meu Bonsai e queria mandar pra você dar uma analisada!
Pode me passar seu e-mail?
Obrigada!

13 06 2011
bonsaibrasil

Oi Charmaine!
Claro, pode mandar as fotos para bonsaibrasil@rocketmail.com
Desculpe a demora na resposta, estive de mudança na semana passada e nem sequer acessei o blog…
Obrigado pela atenção e continue nos acompanhando.
Lucas

16 06 2011
Charmaine

Oi Lucas!
Enviei algumas imagens pro e-mail!
Obrigada!

4 01 2013
Mariani bergamaschi

Gostei muito do seu blog, estou interessada no cultivo dos bonsai,beijo ,marianibergamashi@yahoo.com.br

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: